Pedro Peixoto, 1º ano MD/PhD Era uma manhã quente, como muitas outras de agosto; e como muitas outras alonguei-me nos rituais do despertar. O café mostrou-se curto para o sono, sempre fora de horas nesta altura, não é? Mas os... Continue Reading →