Nutrium é um software de nutrição disponível mundialmente que facilita as tarefas mais complexas dos nutricionistas, como registos de dados, cálculos nutricionais e análises de planos alimentares, além de simplificar o acompanhamento aos pacientes entre as consultas.

HajaSaúde! (HS): Como nasceu a ideia?

Engº André Santos (AS): Tive a oportunidade de estar presente numa consulta de nutrição e observei que existiam vários problemas que poderiam ser resolvidos. Os profissionais despendiam grande parte do tempo da consulta com cálculos, os planos alimentares eram entregues em papel e, entre consultas, não tínhamos forma de comunicar aos nutricionistas os nossos resultados. Assim, surgiu a oportunidade de desenvolver um software para simplificar o trabalho ao especialista permitindo-o seguir mais de perto cada paciente.

HS – Sentiu que a formação numa área diferente (engenharia e não nutrição) foi uma barreira na construção e elaboração do projeto? Como a ultrapassou?

AS – O facto de nenhum de nós ser da área da nutrição obrigou-nos, desde cedo, a tentar estabelecer contactos com profissionais desta área para nos ajudarem, mas eles foram sempre muito recetivos à nossa ideia. Pensamos também que o facto de ser um projeto ligado à Universidade tenha ajudado, muito, no momento de entrar em contacto com os nutricionistas.

 

HS – Os resultados foram bons?

AS – Sim, os nutricionistas estão muito satisfeitos com o nosso serviço e conseguem agora fazer um seguimento mais próximo do paciente e alcançar melhores resultados. Neste momento, estamos no Brasil e estamos a preparar a plataforma para mercados como o Reino Unido, Canadá e Austrália.

HS – O que o levou a concorrer à TechMinho? Acha que este prémio foi importante para o início da empresa? Em que medida?

AS – Foi excelente! Por um lado, porque o facto de termos ganho o concurso nos deu forças para levar a ideia para a frente e, por outro, pela pressão que nos foi imposta através do prazo.

HS – Sabemos também que está, atualmente, associado à InvestBraga, porque viu aqui um caminho a seguir?

AS – Foi uma grande ajuda porque nós eramos 4 engenheiros e precisávamos de uma rede de contactos com nutricionistas e mentores. A InvestBraga foi uma grande ajuda neste processo. Foi também aqui que tivemos oportunidade de ter formação em marketing, vendas e gestão. Além disto, foi também o programa de aceleração da InvestBraga que abriu portas para um novo investimento.

 

HS – Como vê o processo da expansão da empresa? Foi fácil decidir quando passar de região para um panorama nacional e posteriormente internacionalização?

AS – Não foi fácil decidir. Portugal tem um mercado muito pequeno e como tal torna-se essencial ter uma visão global desde início. Começamos por ter uma resposta muito boa do Brasil e sentimos a necessidade de responder a este mercado.

HS – No panorama atual de Portugal vemos um grande interesse dos jovens em desenvolver e criar uma startup, tem alguma mensagem que queira transmitir de uma forma geral? E para os jovens estudantes de medicina?

AS – Nunca queremos incentivar toda a gente a ser empreendedora pois nem todas as pessoas tem perfil. Alguns de nós tem mais perfil para serem empreendedores dentro de uma empresa e outros tem mais perfil para desenvolver o seu projeto. Por outro lado, o concelho que dou aos empreendedores é que não olhem para tudo como uma barreira e, se realmente é essa a vontade, que levem a ideia para a frente.

HS – Parece haver a consciência cada vez mais segura de que o trabalho em equipa multidisciplinar parece ter resultados muito superiores aos alcançados por uma equipa constituída por profissionais da mesma área. Acha que ainda há pouca comunicação entre profissionais de saúde e profissionais de outras áreas? Que passos seriam importantes iniciar para aumentar este contacto?

AS – É sempre bom haver contacto entre profissionais de diferentes áreas pois dessa forma podem-se desenvolver sinergias importantes. Acredito que eventos que juntem estudantes/trabalhadores de diferentes áreas sejam muito importantes e gostava de ver no futuro mais eventos neste âmbito.

 

EmanueL Novais (MD/PhD student)

Nuno Malheiro (6º ano)

Anúncios