Joana Silva, 5º ano

Escrever aquele que é o primeiro editorial da revista HajaSaúde! após a sua renovação é algo que me deixa extremamente emocionada e saudosa, pois é um recordar de uma caminhada e de um longo percurso de evolução deste projeto pelo qual nutro um grande carinho. Desde 2001 (ano da sua criação), que o HajaSaúde! tem vindo a sofrer inúmeras alterações, com avanços e recuos e superando os mais variados percalços, visando sempre o seu máximo crescimento e desenvolvimento. Hoje, 15 anos após a sua criação, é possível afirmar que os esforços das diferentes gerações que foram constituindo a equipa deste jornal favoreceram o seu progresso e que cada vez mais este se tem afirmado como um órgão mediático de extrema relevância neste universo que engloba e integra a Escola de Ciências da Saúde da Universidade do Minho.
Neste âmbito, o HajaSaúde! sofreu, recentemente, a conversão de jornal para revista e a renovação do seu formato e imagem, colimando um alcance maior não só dos estudantes de Medicina e das mais diversas áreas relevantes, como também de todas as pessoas do universo da ECS, como professores e antigos alunos, com a manutenção das suas rubricas habituais, obliteração do HajaGula! e HajaConto! e criação de novos espaços e rubricas.
Assim, almejando e visando uma maior representatividade das parcerias com a Escola de Ciências da Saúde (ECS), Instituto de Investigação em Ciências da Vida e Saúde (ICVS), ALUMNI Medicina e Núcleo de Estudantes da Universidade do Minho (NEMUM), foram criados novos espaços na revista como as mensagens iniciais das diferentes componentes destas parcerias, o HajaICVS!, o HajaNEMUM! e o HajaALUMNI Medicina!. Estes novos espaços pretendem, respetivamente, “dar voz” aos nossos parceiros e a divulgação da ciência realizada no ICVS e de atividades e eventos por parte do NEMUM e da ALUMNI Medicina.
Para primeira edição, o tema escolhido foi Educação Médica, pois é incontestável a sua importância quer para nós, estudantes de Medicina, quer para todo o universo da ECS assim como a relevância de sensibilizar o maior número de estudantes para esta temática, de modo a formar médicos informados e instruídos ao longo do seu percurso assim como médicos sensibilizados para a formação das gerações futuras.
Finalmente, é com grande orgulho que toda a equipa abraça este projeto e se empenha para que a revista HajaSaúde! se continue a desenvolver de forma exponencial e se torne um órgão de publicação mediática de referência a nível das escolas médicas a nível nacional.

Advertisements